Produtividade na cozinha: 3 Dicas Para Obter Mais Resultados

--><!---->
Produtividade na cozinha: 3 Dicas Para Obter Mais Resultados

A produtividade na cozinha é fundamental para o negócio ter maior produção, qualidade e lucratividade. Uma cozinha produtiva é capaz de entregar todas as solicitações possíveis com o melhor aproveitamento dos recursos e no menor tempo possível, mantendo a qualidade do alimento e do atendimento. Para isso, ela precisa contar com estratégias e equipamentos que a tornem funcional.

Na prática, a produtividade na cozinha significa produzir mais de um determinado produto usando menos horas, energia, água e aproveitando o máximo dos alimentos.

Quem experimenta a produtividade em seu negócio é o chef Emmanuel Bassoleil, Chef Executivo do Restaurante Skye, no Hotel Unique. Com os equipamentos Engefood, o desempenho dos funcionários aumentou consideravelmente e o empreendimento notou resultados expressivos.

Por essa razão, reunimos neste artigo dicas práticas de como aumentar a produtividade na cozinha.

Quais São os Equipamentos Engefood?

Para desenvolver uma cozinha produtiva, a Engefood tem em seu catálogo pelo menos 7 categorias de equipamentos. São eles:

  • Fornos inteligentes;
  • Resfriadores Rápidos e UltraCongeladores;
  • Processadores;
  • Lavadoras de Louça;
  • Tratamento de Lixo Orgânico;
  • Embaladoras;
  • Máquinas de Café;
  • Acessórios;

Cada um deles faz da cozinha um ambiente mais produtivo. Veja como funcionam:

Fornos inteligentes: o operador pode programar o tempo de cocção, grau de cozimento, coloração e temperatura, o que reduz consideravelmente o trabalho manual.

Resfriadores rápidos e ultracongeladores: equipamentos congelam, resfriam e conservam em velocidade incrível mantendo a qualidade e o frescor do alimento.

Lavadoras de louça: reduzem o trabalho manual, economizam água (alguns modelos lavam até 18 pratos com apenas 2,4 litros) e lavam até 100 pratos por hora.

Tratamento de Lixo Orgânico: reduz consideravelmente o desperdício, além de oferecer uma maior eficiência no aproveitamento dos alimentos.

Embaladoras: conservam a qualidade do alimento por meio da embalagem à vácuo, protegido contra as influências mecânicas e proliferação bacteriana.

Máquinas de café: produzem com mais qualidade e em menos tempo, com otimização de tempo e pouca exigência de interferência manual.

Conheça todos.

Por que a Engefood aumenta a produtividade de qualquer negócio?

Além dos equipamentos tornarem a cozinha funcional e prática, o maior diferencial da Engefood é o atendimento, adianta o chef Emannuel Bassoleil. “Não é só vender, só trazer o melhor produto ou novidade do mundo e não explicar como ela funciona. Uma das poucas empresas que nos acompanha em todos os processos”, diz. Assista ao vídeo do depoimento do chef Bassoleil.

3 Ideias Práticas Para Aumentar A Produtividade na Cozinha

Uma cozinha produtiva não é formada apenas por equipamentos inteligentes. Todo o processo – de divisão de tarefas à comunicação – compõem a produtividade.

Por essa razão, reunimos aqui 3 ideias para aumentar a produtividade da sua cozinha.

Invista em comunicação e treinamento

Para uma cozinha ser produtiva, a comunicação, sobretudo entre os funcionários, deve ser priorizada. Ter uma equipe comunicativa evita o retrabalho, demandas que não são entregues fora do prazo e desgastes desnecessários.

Além disso, o treinamento possibilita a equipe do negócio a servir com mais qualidade e no menor tempo possível. Com capacitação, os funcionários aprenderão a focar em suas habilidades e otimizar o máximo de processos possíveis.

Dessa forma, o gestor ou empregador reduz os esforços e gastos desnecessários com a contratação e treinamento de novos funcionários. Sem contar a perda de produtividade na cozinha.

Portanto, investir em comunicação e treinamento, além de aumentar consideravelmente a produtividade, reduzirá gastos com rotatividade dos funcionários.

Organização na cozinha

Com a comunicação interna estabelecida, é hora de organizar.

Nesse momento, é importante saber quem é quem na cozinha e delegar as funções. Alguns estabelecimentos usam o Sistema Escoffier como critério de divisão de tarefas.

A divisão, segundo esse sistema, é feita desta forma:

    • Chef de Cuisine: responsável pela cozinha; prepara os menus; compra alimentos.
    • Sous Chef: braço direito do chef de cuisine; na ausência dele, o sous chef assume.
    • Chef de Partie: responsável por uma praça da cozinha (seção da carne, peixe, salada, etc.); ele conta com a ajuda de cuisiniers, commis e aprendizes.
    • Cuisinier: cozinheiros responsáveis pelo preparo dos pratos nas praças;
    • Commis: pouca experiência; geralmente, cuidam das ferramentas na praça previamente estabelecida;

 

  • Aprendiz: ajuda na limpeza e preservação do trabalho;
  • Plongeur: garante que o ambiente e os utensílios estejam em boas condições de higienização.

 

Esse sistema de divisão de tarefas é aplicado em diversos restaurantes na Europa e Estados Unidos. No Brasil, infelizmente, a maioria divide por valores de salários e tempo de experiência, não necessariamente por tarefas que serão ser executadas.

Para ter produtividade na cozinha, todos devem estar cientes de suas funções. Por essa razão, a organização na hora de dividir as tarefas é importantíssima.

Use a tecnologia a seu favor

Os produtos Engefood são exemplos claros de como a tecnologia aumenta a produtividade de uma cozinha. Além deles, existem outras ideias tecnológicas que têm transformado a gestão de bares e restaurantes pelo mundo.

Alguns restaurantes, por exemplo, adotam o cardápio digital para modernizar o atendimento.

Em um tablet ou smartphone, o cliente escolhe seu prato e tem acesso a uma série de informações sobre os ingredientes e possíveis harmonizações com bebidas.

Essa tecnologia proporciona maior agilidade no atendimento, redução nos custos com mudanças no menu e diminuição dos erros.

Além disso, como ferramenta interna, usam softwares para verificar volume de estoque, impacto do desperdício de alimentos e dados que ajudam o gestor a tomar decisões rápidas.

Agora, para que a tecnologia funcione de modo produtivo, é fundamental investir em treinamento e capacitação dos funcionários, como mencionamos.

Aplique as dicas citadas ao longo deste artigo e tenha mais produtividade na cozinha.

Caso tenha dúvidas sobre os produtos Engefood, fale com o consultor e descubra a melhor solução para o seu negócio.

Comentários